dica listas opinião quadrinhos

3 quadrinhos nacionais para ler e reler

30 de janeiro: Dia do Quadrinho Nacional! Em 1984, a Associação dos Quadrinistas e Cartunistas do Estado de São Paulo (AQC-ESP) instituiu a data comemorativa a partir da publicação da primeira história de quadrinho brasileira, lá em 1869: “As Aventuras de Nhô-Quim ou Impressões de uma Viagem à Corte”, autoria do cartunista Angelo Agostini. E nesse dia tão especial, listei aqui três quadrinhos nacionais para ler, reler e manter sempre na estante.

Graphic MSP (vários autores)

Sim, já comecei trapaceando! Como não consigo selecionar uma, nem mesmo duas favoritas, indico aqui o projeto das Graphic MSP, uma série de graphic novels com histórias alternativas dos personagens clássicos criados por Maurício de Sousa, tais como a própria Turma da Mônica, Chico Bento, Bidu, Astronauta, Penadinho, dentre outros.  Todas as edições são produzidas por artistas brasileiros convidados, respeitando seus próprios traços e o cânone que conhecemos, mas também reinventando a nossa infância. Confira aqui a lista com todas as graphics já lançadas e ainda por vir.

Valente (Vitor Cafaggi)

A série Valente (Valente – Para Sempre, Valente – Para Todas, Valente – Por Opção, Valente – Para o Que Der e Vier e o vindouro Valente – Para Onde Você Foi?) conta as aventuras e desventuras amorosa do cachorrinho mais cativante do mundo dos quadrinhos. Nerd e meio desengonçado, tudo que ele quer é uma namorada. A história se desenrola em um clima de comédia romântica da Sessão da Tarde, mas com muitas referências à cultura pop e personagens mais reais, por mais que sejam animais.

Quadrinhos A2 (Cristina Eiko e Paulo Crumbim)

Quadrinhos A2

 

 

Falei mais sobre a série de quadrinhos autobiográficos desse casal em uma resenha de quinta, mas reforço: publicação independente de qualidade, ideal para desopilar de qualquer dia estressante.

14 thoughts on “3 quadrinhos nacionais para ler e reler”

    1. Valente é sensacional! Tanto que até batizei meu cachorrinho com esse nome na esperança de ser tão lindo quanto o original hahaha É uma história levinha, divertida, envolvente e você se apaixona <3 tomara que você encontre!

  1. Quadrinhos nacionais são demais! Temos muita coisa boa por aí, pena que nem todo mundo dá a devida atenção. Essas graphics MSP eu já vi algumas vezes pra comprar, mas era sempre quando tava sem dinheiro 🙁

    1. Sim, mas isso vem mudando! Acho que a Artist’s Alley na CCXP é uma prova disso. Os artistas estão se unindo mais, se organizando mais e só assim eles conseguem sair do nicho e alcançar mais gente.

      Começa as Graphics MSP por Laços, Caminhos ou Vida. Você vai amar!

  2. antes mesmo de ler o post, só pelo título, já salvei nos favoritos. eu estou entrando na vida de quadrinhos e valorizar os nacionais é incrível, adorei MESMO a lista e to apx pelas fofuras dos A2 <3

  3. antes mesmo de ler o post, só pelo título, já salvei nos favoritos! estou entrando na vida de leitora de quadrinhos e procuro sempre valorizar leituras nacionais, portanto AMEI, de verdade. Quero muuito os a2, que fofuraa

  4. Acabei de ler uma postagem sobre uma HQ nacional e agora tá tudo explicado – ontem foi o dia do quadrinho nacional! Que bacana! Eu confesso que sou mais dos mangás do que das HQs, mas gosto muuuuuuito de histórias, de desenhos e super apoio o pessoal que se aventura a escrever uma HQ. Vou conferir suas indicações!

    Beijos, Vickawaii
    http://finding-neverland.zip.net

  5. Eu não acredito que não conheço esses quadrinhos. Tu falou de quadrinho nacional eu só consigo me lembrar de Daytripper, tem outros mas esqueci o nome agora.
    Vou correndo pra ler, é claro! Obrigada pelas indicações! Amo quadrinhos!

    Beijos

Deixe uma resposta